Just another Brazilian Student in Ireland

Posts com tag “Cork

Cork – Part II

Olá pessoal, cá estou eu de novo para terminar de contar como foi nossa aventura em Cork ! Espero que todos estejam bem e firmes na luta. O nosso segundo dia ficou reservado para os castelos. Acordamos “cedo” por volta das 9 da manha e saímos em direção ao castelo de Blarney.

Blarney Castle

O termo “blarney” (lisonja, adulação) foi introduzida na língua inglesa pela rainha Elizabeth I da Inglaterra, significando uma conversa camponesa, entendida como ilusória, enganadora, sem ser ofensiva.O nosso famoso papo pra boi dormir. O castelo fica nas proximidades de Cork, por volta de 8 km e pelo que parece a cidade de Blarney é toda voltada para os turistas que vão visitar o castelo e beijar a pedra da eloqüência.

Como já é costumeiro um pouco de história:

O castelo que fica situado na cidade de Blarney nos arredores de Cork data do século XIII, foi destruído em 1446 e reconstruído posteriormente por Dermot McCarthy rei de Munster em questão.No topo do castelo encontra-se a pedra da eloqüência e aqueles que a beijam recebem esse dom. Eu particularmente não quis beijar pois já falo pelos cotovelos, então imaginem! A Ivana beijou e Carol também, como vocês podem acompanhar na foto ao lado. O fato engraçado é que havia uma senhora que se negou a beijar mais por nojo do que por qualquer outra coisa, afinal são milhares de turistas beijando o mesmo lugar todo santo dia! Muito embora há uma pessoa que fica com um “ajax” e um paninho “limpando” a pedra.Bom se o dom da eloqüência não vier que não venha a herpes também não é mesmo?!

Algumas fotos da parte de dentro do castelo:

Que janelinha pequena não?

Jardim Envenenado

Bom após o nosso “tour” pelo castelo, descemos e passamos pelo jardim envenenado, há uma placa com os dizeres: Não cheire, Não toque e não coma planta alguma! Aliás uma das plantas ficou popularmente conhecida após o filme Harry Potter, Mandragora, eu que não sou muito fã não sei explicar ao certo mas havia uma amostra dessa belezinha por lá como vocês podem acompanhar na foto abaixo

Continuando nossa caminhada fomos em direção a Blarney House uma mansão reformada em 1874 e que é o lar da família Colthurst até os dias de hoje.

Para quem está pela Irlanda esta é uma ótima pedida. O preço para entrar no castelo é 8 euros para estudante, o que é justo visto que as imagens que levaremos do local ficarão guardadas em nossas memórias.

Abastecendo o carro em um lugar qualquer aqui na Irlanda

Após a nossa visita ao Blarney Castle, fomos em direção a um outro castelo localizado na cidadezinha de Cashel. Entre idas e vindas, precisávamos abastecer o carro e foi então que entramos na cidade de Fermoy, o legal é que havíamos acabado de pagar pedágio e para voltar para M8 a rodovia principal teríamos de pagar pedágio novamente ! No final da estória não havia posto de gasolina na cidade e andamos uns 20 km e voltamos pro mesmo lugar na tentativa de não pagar mísero 1,80 !! Hahaha.. toda viagem tem dessas…Ah aqui é do tipo self-service, você estaciona o carro ao lado da bomba de diesel/gasolina, abastece e depois vai e paga! Imagina um posto desses no Brasil?

Rock of Cashel

Continuando nossa jornada seguimos na direção de Cashel. O interessante foi que logo que entramos na cidade já conseguimos avistar o castelo ! Cashel em irlandês significa fortaleza e essa foi a nossa última parada do dia. A cidadela localiza-se no condado de Tiperary e a sua população não chega aos 3 mil habitantes. Rock of Cashel como é conhecido o castelo. A rocha de Cashel encontra-se em uma elevação natural de terreno conhecido como Golden Vale – Vale do Ouro ( posso estar exagerando mas lembra um pouco Edimburgo e seu castelo pois fica postado em uma montanha.

A entrada é uma pechincha para estudantes, apenas 2 euros ! Claro que são mais ruínas do que um castelo propriamente dito e do lado de fora há um cemitério (clássico) e também há o fato de que parte das ruínas estão sendo reformadas. O que impediu um pouco nosso passeio foi o vento gelado e insistente mas que não nos intimidou e fizemos um piquenique ali mesmo. E pensar que há mil anos atrás este foi o cenário de batalhas medievais…

Piquenique

Mais fotos…

Rock of Cashel

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Então foi isso pessoal, depois do nosso piquenique retornamos para a nossa home-sweet-home ( lar doce lar) Dublin e tocamos o barco pra frente. Espero que tenham gostado e até o próximo post !! Abraços a todos

Anúncios

Cork – Part I

Olá pessoal, como vocês estão? Aos leitores posso dizer que já estava com saudades!! Pois é tenho deixado o blog meio de lado essas últimas semanas, mas como todos sabem a rotina de trabalho-curso-casa deixa qualquer pessoa desanimada e/ou sem tempo para as demais atividades. Sem mais delongas gostaria de compartilhar com vocês o nosso passeio do final de semana, como sempre será contado em 2 partes e a novidade dessa vez é que tivemos a companhia de nossos amigos Carol e Fernando.

Como o nome do post já diz, visitamos a cidade de Cork, antes de mais nada um pouco sobre a cidade:

Cork - Irlanda

Cork (em irlandês: Corcaigh) é a segunda maior cidade da República da Irlanda e a terceira mais populosa da ilha da Irlanda, depois de Dublin e Belfast. É a capital e a principal cidade do condado de Cork e também a maior cidade de Munster. Fonte : Wikipedia
Não tão grande como Dublin e não tão pequena como Galway, talvez na minha opinião seja a combinação perfeita para quem gosta de agitação e sossego ao mesmo tempo.

Comilança

Bom falando um pouco sobre a viagem que foi decidida em cima da hora mas veio em boa hora, afinal sempre é bom viajar. Fomos de carro e após 2 horas aprox. chegamos em Cork. A nossa primeira visita em Cork foi ao restaurante afinal todos estavam morrendo de fome !!! Com a barriga cheia saímos para uma caminhada pelas ruas centrais, entrando e saindo de lojas (dessa vez não vou culpar as mulheres) devido a chuva que estava nos incomodando.

Continuando nossa caminhada encontramos belas igrejas pelo caminho, como a que podem observar abaixo a igreja de São Finbarr

St. Finbarr's Church

Igreja de São Finbarr em Cork

Igreja de São Pedro e São Paulo

Igreja da Santíssima Trindade

Por oras a chuva nos deu uma trégua, por oras não, então tivemos de aproveitar e tirar as fotos com chuva, sem chuva, nublado, e realmente elas são muito bonitas, valem um clique.

Outro lugar que chamou bastante nossa atenção foi o Tribunal de Cork como diz aquele ditado, uma imagem vale mais do que mil palavras…

Tribunal de Cork

Tribunal de Cork

 

Passamos também pelo “mercadão” municipal de Cork..

Mercado Municipal de Cork

O engraçado de viajar de carro sem saber direito onde ir é que a gente se perde várias vezes e por vezes indo errado chegamos no caminho certo. Após o nosso “tour” por Cork fomos até uma cidade próxima chamada Kinsale. A nossa intenção era passar a noite por lá e pela manha de domingo seguir caminho para o famoso castelo de Blarney. Kinsale é uma cidadezinha ao sul de Cork famosa pela sua gastronomia e destino para muitos no verão, o que realmente foi constatado pois há muitas acomodações, hotéis e hospedagens em uma cidadela com apenas 2 mil habitantes.Entretanto após muito procurarmos por uma acomodação com um preço justo, optamos só pela comida e voltamos para Cork para dormir e recuperarmos as energias para o próximo dia.

Bom pessoal, assim que possível faço o post com a segunda parte da nossa “mini” aventura pelo sul da Irlanda, visitamos o castelo de Blarney, nos perdemos para voltar para Dublin e ainda  fizemos picnic no cemitério de um outro castelo ! Mas isso é assunto para um próximo post…

Fiquem com as fotos.. e abraços!

Este slideshow necessita de JavaScript.