Just another Brazilian Student in Ireland

Posts com tag “Aluguel

Rent Relief – Restituindo o dinheiro pago em aluguel

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Espero que sim!!! Sim, eu sei que estou há mais de um mês sem fazer um post sequer, mas acho que hoje essa história muda não é mesmo? Pois então, por aqui a vida continua e nada de muito novo tem acontecido, o clima é o mesmo de sempre, ora chuvoso e nublado, ora nublado e chuvoso, rsrsrs e lá de vez em quando aparece o sol acompanhado do frio, mas somos brasileiros e não desistimos nunca né?

Ok, o assunto de hoje não vai tomar muito o tempo de vocês e talvez seja  mais de interesse dos leitores que residem em Dublin do que dos leitores que tencionam vir para cá. O que é esse tal de rent relief? Se você traduzir ao pé da letra seria algo como “alívio do aluguel”. Assim como no Brasil todo trabalhador registrado paga taxas para o governo, aqui por exemplo as mais famosas são USC, PRSI, PAYE que talvez eu tenha comentado no último post falando sobre como é o contra-cheque. Então como eu ia dizendo(escrevendo) aqueles que residem na Irlanda desde antes de dezembro de 2010 podem ser ressarcidos, o que infelizmente não foi o meu caso, mas beneficiou o meu flatmate!

Como funciona? Por exemplo, vamos dizer que dos 1000 euros que você pague de aluguel no seu apartamento, 200 euros são do governo e os outros 800 são do landlord( dono da casa, apartamento, etc). No acumulado do ano é possível resgatar 20 % do total pago para o governo em um máximo de 240 euros. Por mais que o valor pago seja maior é possível resgatar 240 euros para solteiros 480 euros para os casados.

O que precisa? Basta ter em mãos os dados do seu landlord, endereço, PPS e nome completo, seus dados, os dados da sua residência e preencher o formulário chamado Rent Relief for Private Accommodation.

Bom, mas essa mamata o governo também pretende cortar, em 2017 acaba de acordo com as informações no site :

http://www.citizensinformation.ie/en/housing/renting_a_home/tax_relief_for_tenants.html

Onde encontrar o formulário? É possível baixar da internet, preencher e imprimir e depois entregar direto no escritório do Tax Revenue. O site para baixar o formulário é este:

www.revenue.ie/en/tax/it/forms/rent1.pdf

Dica: se você mora com alguém que já mora na Irlanda há mais de 2 anos, o jeito é preencher o formulário no nome dele(a) e depois dividir o dinheiro pelo tempo/valor que cada um está na casa, pelo menos é a maneira mais justa que encontrei.

Bom, acho que era isso e espero que eu tenha conseguido passar a mensagem, eu mesmo antes de vir para cá, não sabia, e é possível fazer o “claim” de outras taxas que pagamos, mas talvez seja assunto para um próximo post, tenho que fazer o almoço agora, vida de dono de casa não é fácil, abraços a todos e até a próxima.


Home Sweet Home

Olá pessoal, como vocês estão? Espero que bem. Bom hoje gostaria de falar um pouco sobre o local que vivo e das pessoas com quem vivo. Mas antes de tudo permitam-me começar do começo, rs ! Quando cheguei na Irlanda no dia 5 de abril há quase dois meses, minha grande preocupação era onde morar antes de tudo, primeiro porque conviver com pessoas que você conhece, seja pai, mãe, irmãos, avôs, avós em geral já é uma tarefa complicada, então imagine morar com estranhos, pessoas que você jamais teve algum contato antes e de repente elas irão fazer parte da sua vida por um mês, um ano… e adicione a isso hábitos totalmente diferentes do quais você está habituado e para ajudar na comunicação uma língua diferente da sua, afinal você está na Irlanda para aprender inglês não é mesmo?

Pois então, no começo quando cheguei precisava encontrar um lugar o mais rápido possível, primeiro para poder regularizar minha documentação e por fim para que nos tranquilizássemos quanto à moradia, conforto, etc. Utilizando-me do daft.ie ( site dedicado a pesquisa de imóveis, acredito que o mais popular na Irlanda) começamos a busca, visitamos 3 ou 4 lugares em Dublin, um muito pequeno, sem guarda-roupa e o preço não era tão atraente, o único ponto a favor era a localização, um outro que visitamos era em local não muito bem visto em Dublin o qual prefiro não citar e para complementar o quarto era no porão da casa, era um quarto amplo e com suite porém o preço era salgado. E quando você só tem duas semanas para encontrar um lugar não dá para ter muita frescura. Estávamos na casa de amigos em Bray e começamos a procurar no daft.ie novamente e eis que havia um quarto por 300 euros em uma rua bem localizada de Bray. Eu liguei e fomos visitar no mesmo dia ! Agora vou abrir um parenteses para explicar algumas coisas:

Aqui na Irlanda é muito comum entre estudantes, ou estrangeiros dividirem uma casa que é chamado de Sharing.Ultimamente com a crise alguns irish tem cedidos quartos de suas casas para aumentar o orçamento $$$.

Letting é quando você aluga a casa e fica incumbido de colocar outras pessoas, ou não, depende de você , se você tem bala na agulha. Os preços variam entre 750 até…

Os tipos de quarto geralmente são:

Single-room – quarto para solteiro;

Twin-room – um quarto com duas camas de solteiro.

Double-room – quarto para casais, pode ser com suite ou não, e o preço aumenta também.

Shared-room – quarto com duas ou mais camas, esse é o mais comum e também a opção mais barato.

OBS: Imagens meramente ilustrativas.

Algo interessante aqui na Irlanda é que as casas em sua maioria são todas mobiliadas, acho que é dificíl de encontrar uma casa que não é. Aqui não se paga pela água, mas paga-se pela eletricidade a cada 2 meses e gás, este último usado com mais intensidade no inverno devido as baixas temperaturas, outra coisa difícil de se acostumar são as torneiras, ou são muito quentes ou muito frias.Em alguns lugares amigos nossos pagam pelo aluguel e eletricidade, gás e internet já são inclusos no valor.

Mas voltando assunto, visitamos a casa, conversamos com os donos da casa e apesar de termos gostado sempre fica aquela pulga atrás da orelha e então optamos por responder em dois ou três dias. Eis que na quarta-feira decidimos fechar com eles.

Vamos lá, nossos “housemates” são do Zimbábue!!! Isso mesmo, aqui na Irlanda tem pessoas do mundo todo e essa diversidade cultural é muito legal. Não posso afirmar mas no Zimbábue acho que o inglês é uma das línguas oficiais e a língua falada por eles é Shona. Moramos com um casal, a Hellen e o Canford – ‘Can’ e o irmão do Can cujo nome é Paddy. Eles são fanáticos pelo Manchester United e também por carne. Um fato curioso é que eles comem com as mãos e toda noite é obrigação da mulher trazer um pote com água para que ele lave as mãos antes de comer e após a refeição.Em suma é uma experiência única e interessante.

Sadza – o arroz com feijão dos zimbábuanos.

Conviver não é uma tarefa fácil e para poder curtir a experiência do intercâmbio é necessário se abster de muitas coisas, engolir alguns sapos algumas vezes e por outras se acostumar com a falta de privacidade, mas no final das contas é um aprendizado e sempre vale a pena. As vezes o problema são os outros, as vezes é você, as vezes nenhum dos dois, então tudo é uma questão de aprender a conviver e encontrar o lugar no qual se encaixa.

Então é isso pessoal, acima algumas fotos do nosso lar aqui na Irlanda até o momento ! Não importa se é grande ou pequena o importante é ter um lugar para chamar de lar. Abraços e até a próxima.