Just another Brazilian Student in Ireland

Posts com tag “Bray

Powerscourt Gardens

Olá pessoal, como vocês estão? Mais um final de semana que se passa e hoje eu venho aqui para comentar com vocês sobre o passeio que fizemos no último sábado para Powerscourt, que fica próximo ao vilarejo de Enniskerry, que fica próximo a cidade de Bray. Saindo de Bray pegue o ônibus 185 e saindo de Dublin é possível chegar lá com o ônibus 44.

Então, como sempre, antes de mostrar fotos sobre o local é sempre bom “escutar” um pouco da história de local e o porquê da existência dele, e eis que segue um “textículo” para vocês lerem sobre Powerscourt.

Powerscourt House é um palácio da Irlanda localizado em Enniskerry, Condado de Wicklow. Encontra-se rodeado por jardins paisagísticos no interior de uma vasta área, que ocupa atualmente 47 acres.

Fachada principal de Powerscourt House vista dos jardins.

O palácio, originalmente um castelo do século XIII, foi alterado diversas vezes no século XVIII pelo arquitecto alemão Richard Cassels, as obras foram iniciadas em 1731 e foram concluídas em 1741. Um incêndio, ocorrido em 1974, deixou a casa destruída até à sua renovação em 1996.

A propriedade, atualmente uma popular atracção turística, inclui um campo de golfe, um restaurante da empresa irlandesa Avoca Handweavers e um hotel Ritz-Carlton.

O local possui  :

A inspiração para o desenho do jardim resultou de visitas realizadas por Powerscourt aos jardins do Palácio de Versailles, próximo de Paris, do Palácio de Schönbrunn, próximo de Viena, e do Schloss Schwetzingen, próximo de Heidelberg. O esquema do jardim demorou 20 anos a desenvolver-se, ficando completo em 1880.

Italian gardens - Jardins italianos

Winged Horses - Cavalos alados

 

Triton Lake - Lago tritão

Pet Cemetery - Cemitério de cães

Japanese gardens - Jardim japonês

Walled Gardens - Jardins murados

O proprietário original do castelo do século XIII era um homem de nome la Poer, o qual foi, provavelmente anglicizado para Power. A posição do castelo tinha uma posição militar estratégica, a partir da qual o dono do castelo podia controlar o acesso aos vizinhos rios Dargle, Glencree e Glencullen.

Powerscourt Palace - Palácio de Powerscourt

Tower Valley - Torre Valley

O palácio foi usado como local de rodagem do filme, O Conde de Monte Cristo (2002) e, mais notoriamente, do filme Barry Lyndon (1975) de Stanley Kubrick, gravado antes do incêndio de 1974.

Na minha opinião, eu esperava mais do lugar pelas fotos que já havia visto de outros colegas blogueiros, até porque o preço da entrada é salgado 7 euros para estudante e para comer algo lá dentro nem se fala, mas para quem gosta de paisagismo e um local para relaxar e curtir um dia diferente acho que vale dar uma passada em Powerscourt.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Acho que é isso então pessoal, abraços a todos, continuem lendo o blog e espero que estejam gostando das fotos e também que esteja transmitindo um pouco do que é estar aqui.


Mudamos para Dublin!

Olá pessoal, como vocês estão? Espero que bem! Pois é como prometido estou aqui para contar novidades. No último post eu havia dito que tinhamos mudado e agora finalmente o blog faz jus ao seu nome, afinal vidal em Dublin que morava em Bray? Tava estranho isso né.O certo seria Vidal na Irlanda, mas…

Trabalhando duro – working hard

Aqui na Irlanda as coisas mudam muito e muito rápido, e foi isso o que aconteceu, semana passada eu trabalhei em um Call Center e pra ser síncero eu e mais 10 brasileiros ganhamos provavelmente o dinheiro mais fácil de nossas vidas. Bom vou explicar, uma empresa especializada em recrutamento e call center aqui em Dublin nos convocou para um projeto de 1-2 semanas( o que infelizmente durou somente uma semana) e a nossa missão era escutar gravações(em português) referentes ao cartão Mastercard e preencher em um formulário via web. Até aí tudo bem só que o mais engraçado é que só fizemos algo na sexta-feira após as 2hrs da tarde. De segunda à quinta fomos para a empresa e “tinhamos” que ficar “usando” a internet até que algo aparecesse, rs! Alguns até aproveitaram o tempo “livre” para mandar currículo, outros ficaram no facebook.É acho que outra oportunidade como essa só no dia de São Nunca.

Na sexta-feira o projeto acabou mas por outro lado a Ivana me ligou dizendo que lhe ofereceram uma vaga na cozinha industrial da empresa, ou seja, teriamos que nos mudar para Dublin. Explico. Como morávamos em Bray e o trabalho na cozinha pode começar 4, 5 ou 6 da manha era impossível chegar no trabalho pois não há transporte público disponível nesses horários entre Bray e Dublin.

Começou a nossa busca por apartamento, casa, studio, etc. No sábado visitamos 3 locais. Uma casa em condomínio fechado próximo ao trabalho da Ivana, muito bonita, espaçosa e organizada, porém o preço era um pouco salgado. O segundo local uma casa também mas não em um condomínio, um pouco mais afastada do local de trabalho da Ivana, e o preço era um pouco menor e a terceira era um flat bem pequeno e com o qual não simpatizamos muito, e a nossa busca continuava.No domingo agendamos mais duas visitas, a primeira era um apartamento próximo da igreja St Patrick’s , 15 min do centro, 15 min do trabalho da Ivana, gostamos do local e decidimos fechar. Na segunda já fizemos a mudança e aqui estamos.

Tudo muito rápido não? Pois é achar um novo local é uma questão de tempo e paciência e porque não sorte? Aqui na Irlanda tem um site chamado daft.ie que, muito útil por sinal e que nos ajudou a encontrar um novo lar das 2x que precisamos.

Nosso quarto

Sala de estar – living room

É isso aí então pessoal, abraços a todos, bom final de semana e assim que tivermos notícias colocaremos no blog. Até breve


3 meses !!

Olá pessoal, tudo bem com vcs? Espero que sim ! Após alguns dias sem postar volto minha atenção ao blog e vou tentar falar um pouco sobre como está sendo a vida aqui na Irlanda após 3 meses. A grande novidade é que estamos morando em Dublin, mas este é um assunto para o próximo post.

Transporte: já me acostumei com as pessoas dirigirem do lado errado da pista e também com o motorista estando no lugar do carona e vice-versa.Já usei ônibus e o DART ( é algo parecido com o CPTM em são paulo ) liga Dublin as cidades próximas. É rápido, organizado e não é tão lotado quanto no Brasil. Basta comprar um ticket passar uma roleta e esperar pelo trem. O ônibus é aquela velha história, tem o cartão que nos faz economizar como já foi citado os ônibus aqui tem 2 andares, todos, eu disse TODOS os ônibus tem acesso para cadeirantes. A novidade agora é que pouco vou usar ônibus ou DART pois estamos morando em Dublin ! Yay

Alimentação e despesas: aos poucos a gente vai se acostumando e nos adaptando. As lojas Euro2 ( famosas lojinhas de tudo por 1,99 no Brasil) são onde compramos shampoo, sabonete, papel higiênico, pois normalmente tem bons preços para estes itens. Vale sempre conferir os itens que estão com o preço reduzido ( não significa estragado ) e os itens da marca TESCO são os mais baratos ( como se fosse do Carrefour,Pão de Açucar, Big, etc) . Tem também as feiras de rua para compra de legumes e verduras e alguns produtos que as vezes não achamos nos supermercados podem ser encontrados nas lojas de artigos poloneses. Ou seja tem que bater perna, gastar sola de sapato pra economizar e se alimentar com qualidade.

Balada : fomos diversas vezes ao Martello e também no Porterhouse ambos em Bray, aqui as baladas normalmente começam 22-23 hr e acabam por voltar das 2 da madruga. Nunca pagamos para entrar, mas depende do dia e também do horário que se entrar. A cerveja ou Pint( 500 ml normalmente) custa em média 4,00 euros dentro dos pubs ou das baladas. As músicas em sua maioria são as mesmas tocadas no Brasil e a diferença aqui é que as “meninas” é que bebem até vomitar, hahahaha.

Clima : o clima aqui é louco, insano e por muitas vezes irritante. O dia começa lindo e ensolarado e quente depois de um tempo está chovendo , esfria e de tarde está nublado, depois esquenta de novo! Há previsão do tempo 3x por dia! Os dias e as noite também são algo a parte. No auge do verão, estação a qual estamos presenciando no momento o dia começa às 5 da manha e termina as 10 da noite. O dia realmente é longo, o que é muito bom para quem trabalha o dia todo, a unica coisa ruim é o sol batendo na janela logo de madrugada.

Escola: as aulas continuam na mesma, ja até fiz um post sobre isso e no momento minha prioridade é por um emprego e estudar está ficando em segundo plano.

Moradia :  agora estamos vivendo em um apartamento em Dublin e pouco tenho a dizer pois nos mudamos ontem ! Mas o próximo post será sobre o nosso novo lar aqui. O preço é em média 50% mais do que aquilo que pagavamos em Bray, mas em compensação a Ivana pode ir para o trabalho andando e eu para escola andando também.

Emprego:  continuo procurando emprego, apesar de já ter trabalho temporariamente em 2 ou 3 lugares. Continuo otimista e confiante pois sei que as vagas existem e basta ser perseverante que uma hora algo irá aparecer. Network é muito importante aqui também e se tiver aquele Q.I. melhor ainda!

Apesar de estar morando aqui há 3 meses parece que faz muito mais tempo, as vezes em 1 dia parece que passou 1 semana. O tempo voa e tudo aquilo que antes era novidade acaba tornando-se rotina. Mas acho que é isso então pessoal, no próximo post vou falar um pouco sobre a razão pela qual nos mudamos e mostrar umas fotos nosso apê! Abraços a todos da Irlanda, Brasil e adjacentes, saudades !


Amanhecer e Pôr do sol na Irlanda

Olá pessoal, como vocês estão? Espero que bem. Quase 3 meses de Irlanda e hoje eu venho aqui para comentar sobre um assunto um tanto quanto diferente para nós brasileiros. O amanhecer e pôr do sol na Irlanda !

Dia 21 de junho deu se inicio ao verão aqui no hemisfério norte e com isso tivemos o dia mais longo do ano. Eu confesso que tendo dias mais longos é bem melhor para sair e parece que você aproveita muito mais o dia mas ao mesmo tempo é bem ruim para dormir pois nosso quarto tem uma cortina branca o que é a mesma coisa que nada. Mesmo depois que escurece não é bem aquele escuro que estamos acostumado, às vezes é mais um tom de azul escuro.

O amanhecer tem ocorrido por volta das 4 da manha e o pôr do sol após das 10h30 da noite, não tenho certeza do horário, mas os dias realmente são looongos! Agora porém isso vai mudando aos pouquinhos até o dia 21 de dezembro quando dá se inicio ao inverno aqui na Irlanda e na Europa é claro.

No começo é difícil acostumar-se a ir dormir com o dia claro e acordar com o dia claro também, dá a impressão que nem teve noite.Mas é isso aí pessoal até a próxima, segue umas fotos tiradas há alguns dias atrás, confiram o que estou falando.

Praia de Bray as 22 horas

Praia de Bray por volta das 22 horas

 


Balada

Olá pessoal, como vocês estão? Espero que os familiares, amigos e leitores estejam bem. Aqui na Irlanda está tudo bem também, apesar de o verão não ser tão verão assim, com temperaturas entre 13-20 graus nos dias mais quentes, fazer o que né? A chuvinha faz sempre presente e o clima é algo imprevisível aqui nessa ilha.

O nosso final de semana foi bem agradável, na sexta feira fomos visitar uma amiga nossa que mudou-se e aproveitamos para fazer cachorro-quente e como tinha uma garrafa de Absolut(Vodka) dando sopa, tivemos que dar o fim na coitada, já no sábado combinamos de ir ao Porterhouse de Bray( onde moramos ) para dançar, beber, dar risada e se divertir um pouco também.Sendo assim fomos às compras para econômicas!

Aqui na Irlanda, pelo menos em Dublin e em Bray, é muito comum as lojinhas chamadas de Charity Shops, onde vc encontra roupas, sapatos, cd’s, dvd’s, bijuterias e outros em perfeito estado, ou às vezes muito próximo disso para comprar. Também conhecidas como second-hand shop, ou tradução literal loja segunda-mão, semi nova , como queiram essas lojas operam normalmente com doações de roupas usadas e servem à alguma causa como câncer por exemplo. Resumindo é uma ótima opção para quem não se importa em comprar roupas que já foram utilizadas mas que estão em ótimas condições. Eu encontrei um casaco muito confortável por 3,50 euros que no Brasil custaria pelo menos uns 120 reais, e a Ivana encontrou um par de sapatos praticamente novo por 6 euros, às vezes as pessoas usam uma ou 2 vezes e se desfazem dos mesmos.

Na noite do sábado nos encontramos novamente com nosso casal de amigos e fomos ao Porterhouse, não vi muita diferença entre a balada aqui e no Brasil, as músicas normalmente são as mesmas, o jeito de dançar, exceto por um GRANDE diferencial, É PROIBIDO FUMAR. Voltar para casa após a balada com a roupa sem estar cheirando à cigarro, novidade pra nós. Os banheiros acho que são menos imundos que no Brasil e o preço não é tão acima dos praticados em outros estabelecimentos e pra nossa sorte nosso housemate trabalha lá, então o copo de coca cola ficou por 0,60 cents !! A pint( copo de cerveja de 500 ml) por 2 euros ! Então valeu a pena.

E assim foi mais um final de semana, é isso aí, abraços a todos. No próximo post quero retratar o local que estudo para ajudar aqueles que talvez estejam vindo estudar no mesmo lugar que eu.


1º Mês de Irlanda

Bom dia pessoal, tudo bem com vocês? Pois então, ontem dia 5 de maio completou um mês desde que cheguei na tão famosa Irlanda ! Como o tempo passa rápido não? Acho que já posso fazer um balanço sobre como é a vida aqui na ilha esmeralda, assim chamada pelos inúmeros brasileiros que aqui residem. Então vamos lá:

Comida – bom, até que está sendo melhor do que eu pensava, eu e a Ivana nos alimentamos bem, comemos arroz, carne, ovos, cenoura, batata, alface, tomate, bastante pão, geléia , tudo normal. Claro que não há aquela fartura de carne como estavamos acostumado no rio grande do sul e também o feijão nosso de cada dia faz falta. A tão famosa batata é realmente muito mais consumida aqui do que no Brasil. O que pude perceber é que aqui você encontra de tudo enlatado, e, ou a comida é sem gosto ou é hiper-temperada, mas vasculhando as prateleiras do supermercado, você vai se adaptando. Até comemos com a mão outro dia ! Moramos com um trio de zimbabuanos, e eles normalmente comem com a mão ! Não sei se é sempre, mas na maioria das vezes. Batatas Pringles, yogurt, pão fatiado, presunto,  são realmente bem mais barato. Aqui a bebida alcóolica é vendida nos supermercados em um local à parte, como se fosse um outro comércio e pelo que pude perceber somente até as 10 da noite ou até o mercado fechar ( por exemplo , nos feriados normalmente fecha mais cedo ). Comer fora é algo que fazemos com menos frequência, mas por exemplo um big mac com batata frita e coca-cola 500 ml custa 6 euros, uma pint ( um copo de 500 ml) de cerveja varia entre 2 e 5,50 euros e por aí vai. Em média acho que gastamos 30-50 euros por semana com alimentação.

Transporte :  após um mês de irlanda, posso dizer apenas sobre os ônibus de Dublin que pego todos os dias para ir pra escola, Bray-Dublin, que pode levar de 45 minutos até 1h15,  os ônibus aqui tem uma caixa metálica no qual vc deposita as moedas e diz o local onde quer descer, as taxas são divididas em regiões , ou seja, quanto mais longe mais caro, obviamente ! Eu e a Ivana usamos um cartão de 30 dias que custa 78 euros , você anda quantas vezes quiser em um mesmo dia e é descontado apenas um dia do seu cartão, vc não precisa usar o cartão todo dia então pode ser que ele dure mais de um mês, considerando que não vou para escola sexta, sabado e domingo.

Aqui os ônibus também quebram frequentemente, como aconteceu comigo ontem, tive que trocar de ônibus e cheguei atrasado na escola, eles passam antes do horário ou depois, não há muito controle, às vezes passam 2 ônibus de uma vez. Então nesse aspecto não podemos nos queixar muito do Brasil. Os carros respeitam muito os ciclistas, semáforos e pedestres, até agora não vi nenhum acidente ! Ainda bem né !?

Lazer :  bom, lazer é algo relativo e cada um o faz de sua maneira, eu por enquanto estou desempregado e me privo de muitas coisas como , a querida cerveja, bilhar, boliche, mas em contrapartida o dinheiro que eu gastaria indo em pubs, aproveito para ir conhecer novos lugares , como por exemplo os parques já mostrei aqui e aqui , também há os aniversários, jantas que aproveitamos para fazer algo especial e darmos risada, trocar idéias e falar português também! por que não? Estando longe de casa, os brasileiros que aqui estão acabam tornando-se nossa família ! A propósito mês que vem iremos para Escócia e visitaremos Glasgow e Edimburgo, ok eu disse que tava desempregado, mas a ivana tá trabalhando ok? Não é grandes coisas, mas paga o aluguel, comida e transporte e 1x por mês dá pra se dar ao luxo de viajar visto que uma passagem de avião ida e volta custa 20 euros.

Os irlandeses :  pouco posso dizer sobre eles, pois tenho tido pouco contato com irlandeses, meu primeiro prof. foi um irlandês chamado Louis, sotaque forte mais conseguia entende-lo sem grandes dificuldades, convivo com os meus housemates que são do Zimbabwe, também tem a colega de trabalho da Ivana que é finlandesa, minha nova prof. é polonesa, então é uma grande salada mista, mas o povo irlandês pelo que puder perceber é mais fechado, são educados em sua maioria, há também os “knackers” que perseguem os estrangeiros, sem razão ou motivo, xingam, batem, roubam e ainda são sustentados pelo governo.

Dublin-Bray : estas são as cidades em que vivo e estudo, não necessariamente nessa ordem, bray é como se fosse uma extensão de dublin, muitas pessoas estudam, trabalham em dublin e moram em bray, é mais calma e também possui uma bela praia que é o local que todos vão quando o solzinho resolve aparecer. Dublin é uma cidade movimentada, como qualquer cidade grande, trânsito complicado, grande circulação de pessoas, há mendigos, há sujeira nas ruas, nas calçadas, mas nada comparado com as grandes cidades brasileiras, você anda tranquilamente e até agora não vi nada que me deixasse assustado ou inseguro. Talvez porque não andei a noite sozinho ou não foi nos locais mais “suspeitos” ou talvez porque seja mais seguro mesmo. Cedo para dizer.

Bom acho que esse post está ficando grande demais e cansativo para leitura, mas espero que tenha dado uma idéia de como tem sido o dia-a-dia por aqui, que aliás, com o passar do tempo vai tornar-se mais “rotina” e cada vez mais vou me acostumar com as pessoas esbarrando em mim e dizendo “sorry”, os carros do lado contrário em relação ao nosso, passar minhas compras e pagar sem ter um caixa no supermercado, jogar o papel higiênico na privada, “push” é empurre e “pull” é puxe e por aí vai…

Se você chegou até aqui , então clica ali no botão de comentar e deixe sua sugestão, reclamação, mensagem que ficarei muito feliz em respondê-lo(a). Abraços a todos ! Até a próxima.


Bray Head

Mais uma vez por aqui atualizando o blog hoje em dose-dupla ! Desta vez vou contar um pouco sobre o passeio que fizemos em direcao ao topo de Bray, vou pedir desculpas por nao colocar acentos agudos ou circunflexos porque estou usando o laptop da Ivana, que por sinal , apos muito tempo inativo esta de volta !

“Bray Head” fica a 241 m de altura do nivel do mar, fica entre as cidade de Bray e Greystones e faz parte da montanhas de Wicklow, apos escalar a montanha pode-se avistar uma cruz de concreto construida em 1950 e tambem uma linda vista como voces vao acompanhar nas fotos abaixo.

A caminhada dura em media 50 minutos andando tranquilamente e a vista la de cima e muito bonita, hoje estava um dia quente com temperatura proxima a 20 graus se nao me engano e estavamos em 4, Ivana, eu, Satu da Finlandia(colega de trabalho da Ivana) e a Carol, tomara que o feriadao continue com temperatura agradavel e com passeios a novos rumos.

Segue abaixo um video da praia :

Segue algumas fotos tambem !

Este slideshow necessita de JavaScript.

Acho que eh isso entao pessoal, aproveitem o feriado prolongado e se nao tiverem nada melhor pra fazer comentem no blog ! Abracos a todos e um otimo final de semana !