Just another Brazilian Student in Ireland

Posts com tag “Avião

Escócia – Part II Glasgow

Olá pessoal, continuando a saga pelas cidades escocesas de Glasgow e Edimburgo, hoje vou continuar contando como foi o nosso passeio após o almoço, tendo experimentado “haggis” e o famoso refrigerante Irn Bru. Se você não leu ainda a parte I pode fazê-la clicando aqui.

Shopping John Lewis

Então continuando nossa caminhada nos dirigimos até um shopping chamado John Lewis, onde também fica a “The Glasgow Royal Concert Hall”, olha uma loja aqui outra acolá, ir acompanhado de uma mulher é sempre um desafio de paciência nesse momento, mas até que a patroa cooperou e seguimos caminho em direção à “High Kirk of Glasgow” ou catedral de Glasgow, uma igreja muito bonita e que por sinal está em reforma, atrás da igreja fica Necropólis, ou cidade dos mortos, do lado esquerdo fica o “St Mungo Museum of Art and Religious Life” e do lado direito Royal Infirmary como vocês vão poder notar nas fotos a seguir.

Royal Infirmary

High Kirk of Glasgow - Catedral de Glasgow

 

St Mungo Museum of Art and Religious Life

Necropolis

Curioso que somos decidimos entrar no museu, na verdade só entramos mesmo porque era gratuito e também porque podia usar o banheiro, hahaha, brincadeirinha. O museu tem diversas artefatos, cartazes, relíquias mesmo por assim dizer contando um pouco sobre as mais diversas crenças e costumes dos povos em que nelas acreditam. Aqueles que passarem por Glasgow podem conferir e não toma muito tempo, 30 minutos é suficiente para cobrir todo o museu e no final pode contribuir com dois dólares, um pound ou dois euros. Segue abaixo algumas fotos que fiz por lá:

Saindo do museu, tive de convencer a Ivana a ir comigo na “cidade dos mortos”, apesar da relutância da parte dela fomos mesmo assim, afinal eu mando ou não? Vocês devem estar se perguntando o que fazer em um cemitério, mas sem sombra de dúvidas foi muito interessante ver lápides de pessoas que foram dessa para uma melhor há 350 anos atras !! E tudo muito conservado, ok alguns nem tanto, sem contar no tamanho, tudo muito diferente do que estamos acostumados a ver no Brasil. O legal é que o cemitério fica em uma região alta da cidade então é possível ver a catedral por completo além de ter uma vista parcial de outra parte da cidade.

Depois disso,  como já estávamos cansados de tanto andar e também precisávamos verificar horários de ônibus/trem para Edimburgo pois haviamos feito uma reserva por lá, seguimos em direção à estação central novamente. Um fato curioso é que achamos diversas moedas pelo chão, moedas de 1,2,5 e 10 cents. O que já foi útil pois a cada vez que precisávamos usar o banheiro na estação de trem tinhamos de pagar 30 centavos de pound. Optamos por ir de trem para Edimburgo pois tinhamos desconto, foi só apresentar o boarding pass ( ticket do avião) e pagamos metade do preço. A viagem até Edimburgo demora em média 40 minutos e é bem confortável, o trem sai da estação Queen Street em Glasgow e custa por volta de 3,30 pound por pessoa com desconto.

Mais fotos de Glasgow :

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em um próximo post conto como foi a experiência em Edimburgo e mostro o restante das fotos da nossa viagem, é isso aí pessoal , um abraço e até mais.

 

Anúncios

Primeiro dia na Europa

Olá pessoal desculpem-me pela demora em atualizar o blog mas é que realmente não tive tempo de usar o laptop desde que cheguei ! Tenho muita coisa pra contar ao mesmo tempo não sei o que contar e nem por onde começar. Sendo assim acho que vou falar do primeiro dia.

Após intermináveis 11 horas de vôo, saindo de São Paulo por volta das 19h30 e chegando em Amsterdam por volta das 11hrs horário local. O vôo foi super tranquilo, na classe econômica que é a qual eu viajei , são 3 poltronas do lado direito , 3 do esquerdo e 4 poltronas no meio se não me engano,o que torna-se bastante apertado e desconfortável após todo esse tempo de vôo,  as comissárias de bordo são muito gentis( só falam inglês-holandes, não sei se alguma delas falava português), apesar de que na hora de jantar eu pedi um suco de laranja e ela me deu um suco de tomate! Argh,Eu respirei fundo e tomei em um gole só, só de pensar já sinto nauseas. Há a janta em que a comissária oferece pasta or chicken ( massa ou frango ) + suco + um bolinho que não me lembro o que era , breakfast ( omelete + torresminho) + salada de fruta + geléia e durante a madrugada elas passam oferecendo sorvete, café, água, etc.

Chegando em Schipol( aeroporto de Amsterdam ) eu tinha que ficar até as 20h45, minhas malas eu só iria pegar em Dublin e minha amiga alemã a Mareike tinha combinado de me buscar para darmos um passeio em Amsterdam. Nesse meio tempo tive que passar pela imigração e nesse local há dois guichês um para os europeus e outro pro resto do mundo, como havia uma loira linda no guichê dos europeus eu fui lá e ela riu e logo o amigo dela do lado disse ” I think you can read ” ( Eu acho que vc sabe ler ” ) hahaha, e me deu um esporro mas depois perguntou o que eu ia fazer em Amsterdam carimbou meu passaporte e me liberou pra passear.

Após 30 minutos de espera, encontrei-as(Mareike e Dorith, sua irmã) e pegamos um trem com destino ao centro da cidade, o que leva 10 minutos em um trem muito bonito e custa 7,90 euros. Chegando no centro da cidade, para minha surpresa, elas haviam alugado duas bicicletas e então fomos passear por Amsterdam de bike ! Estava ventando e frio , por volta de 10 graus e com uma chuvinha bem fina que parou depois .

Visitamos primeiramente o “Koninklijk paleis” que eu imagino que seja o Palácio do Rei em holandês, depois fomos em uma praça ou seja lá o que for que todos aqueles que vão pra Holanda desejam ir pra tirar umas fotos. Tem gente de todo o mundo nesse local, inclusive quando fui pedir para que
uma pessoa tirasse uma foto nossa, tchrám ! brasileiro também. Fomos também em uma rua em que se vendia de tudo por preços bem razoáveis, foi então que eu trouxe um gorro ou qualquer que seja o nome pra Ivana como pode ver na foto abaixo:


Fatos interessantes
: Em Amsterdam bicicletas são mais comuns que carros pelo que me pareceu, e realmente funciona! Tanto os carros como os pedestres parecem respeitar ( dificíl afirmar só estive lá por 8 horas),  e claro há uma faixa exclusiva para elas.Não ouse cruzar esta faixa sem olhar, vai escutar um tim tim das bicicletas ou ser atropelado. O interessante é que o freio é no pedal.Há também esse meio de transporte chamado de tram que não tive oportunidade de usufruir mas fica aí a foto

Então fomos em um café, não não, café mesmo ! Eu burro como sempre pedi um espresso que custa 2 euros e vem um gole de café, aprendi mais uma e depois me diriji à Amsterdam Centraal para pegar o trem de volta para o aeroporto, e nessa história fui abordado por um dublinense que me eu achei que era alemão e havia me perguntado se o trem ia para Schipol e eu respondi em alemão ” Ja ” , mas depois como vi que ele estava com um adesivo da AerLingus na mochila perguntei a ele em ingles se ele iria no mesmo vôo que o meu e tcharám, fomos conversando, ele, a mulher e a amiga da mulher estavam de “vacations” em Amsterdam por alguns dias e no final das contas ele me pagou uma pint de Heineken ! Não deixou eu pagar disse que era pra me dar sorte nessa minha nova jornada….

Sei que eu escrevi demais, mas sou detalhista e espero que tenha gostado, no próximo post conto como está sendo o começo aqui em Dublin, espero que consigam(tenham vontade de)  ler tudo, rs!
Abraços e comentem !

obs: assim que eu tiver as fotos que tirei por lá, vou colocar no blog!