Just another Brazilian Student in Ireland

Posts com tag “Blaha Lujza

Hungria – Budapeste – Part I

Olá pessoal, tudo bom com vocês?! Espero que sim! Já fazia algum tempo que não postava no blog, mas é que a rotina casa-trabalho-casa durante a semana nos deixa cansado e bom vamos ao que interessa! Nesse último final de semana viajamos à Budapeste na Hungria e é isso que quero compartilhar com vocês.

Dessa vez não viajamos sozinhos, mas com nossos flatmates ( um casal que mora conosco ) e mais o nosso amigo Adílson, foi uma viagem curta porém bem interessante, divertida e engraçada. Como sempre fomos de Ryanair e pagamos por volta de 70 euros ida e volta. A viagem em si foi tranquila, saindo de Dublin as 20 horas na sexta-feira e chegando por volta da meia noite, são por volta de 2h30 de vôo e lá na Hungria eles estão adiantados uma hora. Ficamos em um hotel localizado perto da estação de metrô conhecida como Blaha Lujza que não fica muito longe do centro, para os que gostam de caminhar é possível ir a pé, por volta de 30-40 minutos caminhando.

Budapeste (em húngaro Budapest) é a capital e a maior cidade da Hungria, e a sexta maior da União Europeia. Localiza-se nas margens do rio Danúbio e possui 1 712 710 habitantes  . Budapeste foi fundada em 17 de novembro de 1873 com a fusão das cidades de Buda e Ôbuda, na margem direita do Danúbio, com Peste, na margem esquerda.

Logo que começamos nosso passeio, as duas maiores dificuldades foram a moeda dado que 1 euro é praticamente 290 forint, dependendo da cotação diária, e vale muito mais a pena trocar o dinheiro em Budapeste do que em Dublin, a outra foi a língua, muitos motoristas de ônibus, trens, etc não falam inglês e pedir informação nas ruas é uma questão de sorte, os mais jovens geralmente sabem um pouco. O jeito é tentar de tudo, até um pouco de mímica é válido, rs ! Mas nada que atrapalhasse no passeio.

Rio Danubio visto da montanha conhecida como Gellert

O primeiro lugar que fomos é conhecido como Gellért Hegy, que é nada mais do que uma montanha de onde se é possível ter uma bela vista da cidade e das duas direções do rio Danúbio. Tem esse nome devido a São Geraldo que foi jogado de cima do morro para a morte, o local no topo é conhecido como Citadella, e é onde se localiza a Estátua da Liberdade ou Szabadság Szobor em húngaro, monumento que foi erguido pelos soviéticos para celebrar a vitória na segunda guerra mundial.

Seguindo em frente fomos em direção à ponte Széchenyi Lánchíd ou Chain Bridge, que foi construída em 1849 e na época era tida como uma das maravilhas da humanidade, são 375 metros de extensão e interliga Buda a Pest o lado oeste ao leste da cidade.De um lado se encontra o palácio Gresham e do outro o castelo de Buda, mas da ponte é possível avistar o Parlamento, é um ótimo local para fotos e admirar a paisagem também, porque não?

Chain Bridge sobre o Rio Danubio

Como vocês podem ver este é o palácio Gresham, que é um exemplo de arquitetura Art Noveau( não me perguntem o que é isso, rs )

Palacio Gresham

Após termos atravessado a ponte, era hora de comer algo pois nossa barriga já estava roncando e o sol em Budapeste também não estava perdoando, a temperatura alcançou os 31º graus na tarde de sábado e admito que já não estou mais acostumado com tanto calor, realmente sofri ! Mas não reclamo, foi muito bom apreciar um dia quente de verdade, afinal desde que cheguei na Irlanda o dia mais quente que teve por aqui deve ter sido na casa dos 21 graus.

Para facilitar nossa vida na capital húngara optamos por utilizar um ticket válido por 24 horas que nos deu o direito a utilizar qualquer meio de transporte, trem, metrô, bonde, ônibus quantas vezes quiséssemos, para 5 pessoas ( isso mesmo ! ) por 3100 forínt, 11 euros, eu achei muito barato, pois para nós que estávamos em um grupo de 5 essa opção foi excelente, podíamos economizar perna e também fugir do sol que estava nos castigando.

Pegamos um ônibus e descemos na praça central conhecida como Déak Ferénc tér(praça), dali fomos em direção à Vaci utca( rua)  que é onde se concentra a maioria das lojas e também restaurantes. Foi ali que nós comemos, e já que eu estava na Hungria não poderia deixar de experimentar um dos pratos locais , o preço não era caro, cerca de 10 euros por pessoa ( incluindo entrada, prato principal e sobremesa) , e de entrada pedimos um Goulash…

Prato tipico hungaro conhecido como Goulash

goulashgulacheGulasch (em alemão) ou gulyás ([ Pron. IPA: /’guja:ʃ/] em húngaro) é um guisado de carne de vaca, a que por vezes se adiciona carne de porco, cortada em cubos e rapidamente alourada em gordura quente, juntando-se-lhe então farinha, cebola e especiarias, sendo depois o conjunto cozido em água.

O autêntico goulash (significando em húngaro, comida de vaqueiros) era preparado pelos pastores húngaros com carne de vaca cozida, cebolas, banha de porco, pimentão (variante paprica), cominhos, sal e água, sem adição de farinha. É comum o uso de pimenta

O prato principal não foi nada de especial em termos de gastronomia, peito de frango com batatas assadas e salada e a sobremesa também é outra especialidade húngara, conhecida como sómloi galuska  biscoito cortado em dados a base de nozes, passas e nata misturados e coberto com chocolate ou creme de laranja ao rum.

Sobremesa Hungara – Somloi Galuska

E depois de estarmos com a pança cheia, era hora de caminhar novamente e para nossa o surpresa o tempo tinha mudado e de uma hora pra outra esfriou e começou uma chuvinha fina, o que não nos impediu de ir em direção ao parlamento para mais algumas fotos…

Parlamento HungaroParlamento de Budapeste (em húngaro: Országház) é o local onde se reúne a Assembleia Nacional da Hungria, e um dos edifícios legislativos mais antigos da Europa, que constitui um notável exemplo paisagístico da Hungria e um destino muito popular em Budapeste. Ergue-se na Praça Kossuth Lajos, na margem do Danúbio. Atualmente detém o título de maior edifício da Hungria, e o de segundo maior parlamento na Europa.

Então pessoal no próximo post, mostro a vocês a nossa visita a Basílica de São Estevão, o castelo de Buda, a igreja de São Mateus e também as famosas thermas húngaras, onde é possível relaxar nas águas quentes das piscinas ao ar livre e encaras saunas com temperaturas de até 100 graus, rs ! Espero que tenham gostado e qualquer coisa é só deixar um comentário, fiquem com as fotos como sempre =)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Abraços a todos e até a próxima.

Anúncios