Just another Brazilian Student in Ireland

Inglaterra – Bristol & Bath – Part I

Olá pessoas ! Venho por intermédio deste atualiza-los sobre a nossa jornada no velho continente. Este final de semana que se passou estivemos na Inglaterra, mais precisamente Bristol e na sequência Bath. Espero que meus queridos leitores estejam bem e apreciem a leitura.

Mapa da Inglaterra indicando a localização de Bristol

Antes de mais nada, sei que muitos que lêem o blog vão perguntar, porquê Bristol e não Londres? Bom dessa vez optamos por Bristol primeiro porque Londres é uma cidade grande e cheia de atrações o que não aproveitar em apenas 2 dias, segundo que só podemos viajar nos finais de semana e terceiro que o fator preço/disponibilidade não encaixou. Enfim, valeu a pena e apesar de não ter o glamour de Londres, especialmente Bath tem o seu charme.

A nossa viagem começou no sabado pela manha saindo de Dublin as 6h35 da manha e mais ou menos em 30 minutos já estavámos em Bristol.Do aeroporto até o centro leva cerca de mais 25-30 minutos e o preço é 10 pounds ida e volta por pessoa. O ônibus para na estação Temple Meads (estação de trem) e como ponto final na Coach Station ( rodoviária ). E como saco vazio não para de pé fomos apreciar um café da manha inglês.

Linguiça, Bacon, Tomate, Ovo frito, Pudding e Feijão doce, Vai encarar?

Clifton Suspension Bridge

Bristol é uma cidade no sudoeste da Inglaterra com aprox. 550 mil habitantes e um de seus cartões de visita é a Clifton Suspension Bridge que traduzindo para um bom português significa Ponte Pênsil de Clifton, ela foi construída em 1864, ou seja, há 146 anos atrás e liga Bristol a Leigh Woods em North Sommerset, há um pedágio para carros somente de 0,50 centavos de pound. Ela se estende sobre o desfiladeiro de Avon. Atravessando a ponte para o lado de Leigh Woods há um Centro de visitantes onde há fotos dos projetos que não foram sucedidos e dos 5 finalistas na escola do formato da ponte, há também alguns souvenirs e um livro para assinar com visitantes do mundo tudo. Um fato interessante é que ela também é conhecida como ponte do suicídio, devido ao alto número de pessoas que se suicidaram. Entre 1974 e 1993 foram 127.

Saindo da rodoviária até esta ponte nossa caminhada levou por volta de 35-40 minutos mas valeu a pena pelo que vimos e pelas fotos também! No caminho passamos pela Universidade de Bristol como podem ver nas fotos abaixo.

Universidade de Bristol

Universidade de Bristol

Universidade de Bristol - Museu de Arte

Passamos também pela Victoria Rooms, também conhecido como Vic Rooms, atualmente usado como departamento de música da Universidade de Bristol. Construída entre 1832 e 1842 revivendo o estilo grego, foi batizada com este nome em homenagem a rainha Victoria que tinha acabado de assumir o trono.Uma estátua de bronze situaa-se na frente do local em homenagem a Edward VII e foi erigida em 1912. O local contém um auditório com capacidade para 665 pessoas, salas para recitais, ensaios e estúdio para gravações.

Universidade de Bristol - Victoria Rooms

Em nossa andança por Bristol, não deixamos de notar que há muitas igrejas e todas elas sempre muito bonitas, herança deixada pelo catolicismo na Inglaterra e que embeleza muitas cidades européias. Já que uma imagem vale mais do que mil palavras…

Igreja São Pedro e São Paulo

Bom, após termos visitado a ponte e passado em frente a diversas igrejas que por muitas vezes encontramos por acaso nos encaminhamos pro centro novamente e haja perna! Paramos em um pub para almoçarmos e depois continuarmos nossa jornada e esse post vai ficando por aqui também para que a leitura não se torne cansativa. Aguardem a parte II e talvez a III dessa nossa aventura e espero que gostem, abaixo mais algumas fotos para vocês. Abraços a todos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

3 Respostas

  1. jose joaquim ribeiro da costa

    bonitooooooooooo !…

    25 de junho de 2012 às 06:27

  2. Have you ever thought about publishing an ebook or guest authoring on other sites?
    I have a blog based on the same topics you discuss and would love
    to have you share some stories/information. I know my subscribers
    would value your work. If you are even remotely interested, feel free
    to send me an e-mail.

    2 de maio de 2013 às 21:57

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s